quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Mochilando na Europa


Eu e a minha amigona, companheira de aventuras.... :-)

Bem... eu escrevi este post há mais ou menos um ano e meio. Entretanto, nestes últimos dias, parece que todo mundo está planejando mochilar na Europa em 2010. Sendo assim, atendendo a pedidos, resolvi dar uma atualizada e trazer as dicas prá primeira página. Espero que vcs gostem...e que seja bem util.

Quem é que ao menos uma vez na vida nunca cogitou, teve a idéia, a vontade; ao menos pensou em como pode ser legal "botar o essencial num mochilão" e sair por ai... pelo mundo?!

Fala a verdade!!! A experiência de mochilar é unica. É realmente inesquecível. Uma forma de ao mesmo tempo conhecer lugares incríveis, gente nova (fazer amigos prá uma vida inteira), ganhar experiência, aprender a lidar com situações adversas (muitas vezes engraçadíssimas)... e tudo isso gastando pouco, ou pelo menos, muito menos dinheiro do que se gastaria numa viagem, digamos... convencional!

Eu tive a oportunidade de mochilar uma vez, na Europa. Foi em 2005!!! E tenho as melhores histórias, grandes experiencias que guardarei pra vida inteira! E não vejo a hora de cair no mundo neste estilo mais uma vez...

De uns tempos prá cá, tenho atendido a vários clientes, que me procuram atrás de orientação prá facilitar um pouco a vida de mochileiro, já que muitas vezes, quando não se planeja bem, pode ser um bocado sofrida. E já respondi a tantos e-mails com esse conteudo, que resolvi ganhar tempo e postar aqui no blog sobre o assunto.

Quem sabe não serve também de estímulo prá VOCÊ que tem essa vontade, mas ainda não teve coragem... Para quem mochila sozinho (ou em turma), hospedar-se em albergue é mais barato e muito mais legal mesmo (não tem como fugir disso; melhor que isso, só se você conhecer alguém que mora no lugar onde você vai estar e te receber de graça em casa...). Isso porque você divide as acomodações com outras pessoas e desta forma, fica mais interessante, mais fácil de se fazer amizade com gente de todo o mundo!

Prá passear DENTRO das cidades é muito tranquilo. Vale tudo: a pé, trem, metrô, ônibus, troller... Pode ter certeza que é muito mais fácil do que se pode imaginar... E quando se está com o espírito aberto, preparado prá isso, um guia (pessoa) nem faz tanta falta assim. Você acaba aprendendo a se virar muito bem sem ele. Mas um guia (livro) é o seu melhor amigo. Importante: Guia atual, viu gente?!

Para se locomover entre as cidades do seu roteiro, pode até ser que valha a pena fazer um ou outro trecho de avião (tudo depende do seu itinerário). Mas normalmente, o que funciona mesmo é trem e ônibus.

Sobre dinheiro (a graaande dúvida de todo mundo), existem recomendações de órgãos de turismo de que 100 Euros por dia dão para se alimentar decentemente, andar de metrô, ônibus, fazer passeios, pagar tickets de museus e outras atrações, comprar souvernirs (normalmente não é o caso de quem mochila), usar a Net e telefone.

Mas sei de historias de gente que se virou com 50 EUROS / dia - tendo que ser MUUUUITO criativo, passando algum aperto e correndo riscos... (Não faça isso, não recomendo de jeito nenhum!!!)

Há um tempo atrás, eu vi uma espécie de "esquema de orçamento diário" que achei interessante. Tive que dar uma atualizada nele, mas dizia mais ou menos assim:

Para sobreviver na Europa, é preciso no mínimo:
1) Tomar café da manhã - 5 Euros.
2) Almoçar sanduba (com refri) - 10 Euros.
3) Beber água o dia todo - 5 Euros. (Tb pode entrar no banheiro e beber agua da torneira de graça).
4) Jantar outro sanduba - 10 Euros.
5) Pagar a diária do hostel (albergue) - 30 Euros.
6) Entrar em museus, andar de metrô, ônibus... - 40 Euros.
7) Total diário - 100 Euros

(Como você pode perceber, a conta não inclui a passagem aérea e nem o deslocamento entre as cidades do seu roteiro. Também não inclui o "goró"... nem baladas...)

Sem considerar que existem lugares como Paris, Londres, toda a Suiça... que são mto procurados por todo mundo e são caros mesmo.... Assim como paises da Europa Central, como Rep. Tcheca, Austria, Hungria, Polônia são muito mais baratos.

Continuando.... para fazer um roteiro decente de mochilão pela Europa que justifique o seu investimento, você precisa de no mínimo 20 dias que multiplicado por esses 100 Euros/dia, te custarão 2.000,00 Euros ou R$ 6000,00 (aprox).

Ser mendigo na Europa é tão deprimente como ser mendigo no Brasil ou qualquer lugar do mundo. Não faça essa bobagem de viajar sem dinheiro. É muito engraçado nos filmes ou nas histórias que vc já ouviu dos seus amigos (90% mentira) sobre viagens com pouco dinheiro. (Se bem que eu tenho uma história de uma amiga que foi parar na Lapônia - a terra do Papai Noel - com uma barra de chocolate e uns tickets não sei de que.... rsrsrs... né Ju?! tenho que averiguar esta história direito, to começando a achar que pode ter muita mentira aí no meio.... se não for o caso, eu peço prá ela autorização pra contar aqui depois)

Enfim... resumindo... Junta pelo menos uns R$ 8000,00 e depois começa a pensar na viagem.... (estamos falando da Europa... America do Sul já é outra história)

Fora isso, é necessário que você tenha um seguro de viagem / saúde com cobertura de até 30 mil EUROS. Funciona assim: existe uma recomendação para que todos os turistas que embarcam para um dos paises signatários do Tratado de Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Islândia, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal e Suécia) viajem com um seguro específico com determinadas coberturas. Este tratado foi instituído em 1985, com o propósito de criar uma área sem restrições de viagem, extinguindo controles fronteiriços. De 2005 prá cá, os países membros estão solicitando aos estrangeiros um seguro-viagem com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares, caso você fique doente ou sofra algum acidente. Este seguro não é obrigatório, é uma recomendação mas pode ajudar a evitar problemas na hora da imigração nestes países.

Um seguro assim, hoje, sai por cerca de R$150,00 / R$200,00 para 20 a 25 dias (vale a pena - e muito! Já precisei usar seguro no exterior e é bom demais ter um seguro bom). Levando em conta estas informações, eu digo que me aventuraria novamente com EUR 100,00 / dia, seguro e um cartão com um bom limite livre (pelo menos R$3000,00), sabendo que tenho dinheiro para pagar a fatura sem maior stress na volta.... ;-)

Nos próximos posts, a gente fala mais desse assunto!!!!!! Ótima semana prá todo mundo... e lembrem-se: prá se chegar até a China, basta o primeiro passo...

5 comentários:

Romara disse...

Oi Di, adoro seu bom humor qdo se trata de viagens e aventuras!
mas deixo aqui apenas uma aleta!
viagens de trem: NUNCA , MAS NUNCA DURMA TRANQUILAMENTE EM UM TREM DEIXANDO SEUS PERTENCES SOLTOS!DURMA SEGURANDO SUA MAQUINA FOTOGRAFICA, DINHEIRO NO CORPO , MOCHILA COMO TRAVESSEIRO , BOLSA AMARRADA A SUA MAO!OS ROUBOS SAO MAIS COMUNS DO QUE SE IMAGINAM...AINDA MAIS DEPOIS DE UM DIA DE CAMINHADA QUE VC ESTA EXAUSTO E DORME PROFUNDAMENTE!NO mais boa viagem.....

barbara. disse...

Nossa, Di. Tá lindo seu blog. Informações muito úteis. Gostei de como é escrito, por pessoas que passram por essas experiências que nós estamos buscando com você e a Pedra Negra Turismo. Bom, espero, um dia, poder contar aqui as minhas aventuras ;) que nós estamos planejando. Ótimo trabalho, parabéns. Báh (L)

Neiva Margô disse...

Oi Di,
É, esta questão do dinheiro é muito importante. As pessoas precisam ter noção de quanto vão precisar levar. Eu sempre fiz o cálculo de 100 euros por dia (para 2 pessoas) para levar em espécie e mais o cartão de crédito. Assim eu tenho uma média diária. Não corro muito risco de faltar dinheiro no final da viagem, pois sobrar é mais difícil rsrsrs.
É sempre muito interessante pesquisar, ler e fazer o itinerário dos lugares que se vai visitar para não perder muito tempo quando se chega no local. Guia de turismo escrito e mapa na mão são imprescindíveis. Deixei registrado na máquina o momento que o vento levou meu mapa. Vi ele boiando e indo embora na correnteza dos canais de Amsterdã, mas eu consegui voltar para o Hotel rsrsrs
Estou sempre pensando qual vai ser o próximo lugar que terei o prazer de conhecer. São infinitas opções maravilhosas.
Boa viagem a todos...

Anônimo disse...

Diana! Seu blog esta d+.
Seu jeito descontraido de escever e sua facilidade de se comunicar são incríveis, ingredientes indispensáveis para qq viagem, uma orientação clara e amiga, vivendo a viagem de cada um de seus "clientes" com entusiasmo e paixão. E isso ai amiga. Assim vc vai longe, muito longe. Pois a alegria que vc proporciona aos outros volta em dobro para vc. Espero um dia, não muito longe cumprir nosso plano de fazermos um mochilão juntos. Bjs e o meu carinho sempre Ju Labarrere

Anônimo disse...

ola di! kero agradecer pelo blog ! é de muita valia. aki estou indo pela primeira vez a europa em maio de 2012.meu roteiro e praga;munique;viena;bratislava e retorno p praga.minhas duvidas sao:para pegar um trem de um pais a outro e so ir a uma estaçao e comprar um ticket ? ou tenho que comprar antes pela net e tal? outra duvida:no caso do albergue tem akele site hostelworld.com com varios albergue em todo mundo okay?entaum,posso marcar pelo site sem medo ? e seguro ? se vc puder responder agradeço

eduardo e mail:foxreis@yahoo.com.br